O comportamento homossexual não é doença, mas pode ser induzido na infância e os psicólogos ignoram

Compartilhe -

Homossexualismo não é doença mas pode ser induzido na infância, inclusive por traumas de abuso sexual.

A construção do SER se constitui de diversos elementos, como: ter filhos, família, trabalho, religião,  sociedade, valores, e a própria CONDIÇÃO NATURAL  de MACHO ou FÊMEA.

Os feromônios são elementos químicos para atração sexual, eles são IDENTIFICADOS no CÉREBRO mas são INTERPRETADOS na mente. Portanto a CONSTRUÇÃO mental é que faz a interpretação e decisão final da atração, considerando CENTENAS DE FATORES e PARÂMETROS e não apenas o elemento químico. Se fosse apenas o elemento químico, e o sujeito sentisse atração por cachorro, cabras, galinhas, bodes, vacas, rinoceronte ou crocodilos, ele então deveria começar fazer sexo animais? A estupidez jornalistica é espantosa.

Existe um grupo que trabalha pra mudar a “construção mental” para induzir ao homossexualismo.

Diante disso, o homossexualismo é um comportamento pois depende da INTERPRETAÇÃO e DECISÃO, e que pode ser induzido na infância de VÁRIAS formas.

O desejo sexual pode ser induzido por FEROMÔNIOS, que pode influenciar no comportamento sexual.

A mente de uma criança é como uma esponja que absorve tudo. O comportamento sexual pode ser induzido ATÉ OS 7 ANOS DE IDADE, quando a mente está em processo de GRAVAÇÃO dos parâmetros de estímulos sexuais.

A indução do comportamento tem diversos fatores, exemplo:

  • Indução química: Testes em animais foram feitos colocando feromônios de fêmeas em machos, gerando atração de um macho por outro macho. Uma vez induzido a informação fica gravada e pode induzir no comportamento na vida adulta.
  • Indução psicológica emocional traumática: Se uma criança menino for abusado sexualmente por homens poderá desenvolver SUBMISSÃO sexual a homens e/ou rejeição de si mesmo como “macho hétero”, levando a uma confusão mental sobre a própria sexualidade.
  • Se uma menina for abusada sexualmente por homens poderá desenvolver SUBMISSÃO ou aversão a homens ou se tornar bissexual, dependendo do abuso, do contexto familiar e da construção psicológica e social.
  • Existem casos de famílias onde o pai bate na mãe e as MENINAS passam a ter uma opção sexual por outras mulheres por trauma psicológico e medo de homens.
  • Há ainda a indução sexual na infância quando meninos “brincam” sexualmente uns com outros e os mais velhos abusam dos mais novos, induzindo-o ao comportamento homossexual.
  • Há também mães que queriam ter uma filha menina, mas tem um filho menino e o cria como menina, podendo gravar na criança um comportamento afeminado.Porque os psicólogos e jornalistas ignoram tudo isso? 

As MESMAS pessoas que hoje são contra os direitos do homossexual mudar o comportamento se CONTRADIZEM, pois DEFENDEM que a homossexualidade se trata de comportamento, inclusive usam o termo “OPÇÃO SEXUAL”. Quem tem OPÇÃO, está escolhendo alguma coisa, nesse caso escolhendo um determinado comportamento sexual, portanto o homossexualismo é um comportamento, induzido ou não, e PODE SER ALTERADO. Para isso, o cidadão tem sim o DIREITO de buscar ajuda se assim quiser.

Existe um LOB homossexual no mundo, que FINANCIA artigos e jornalistas para de propósito IGNORAR as DEZENAS de possibilidades de indução ao comportamento sexual.

George Soros, um investidor bilionário ligado a ONU gastou 500 BILHÕES de dólares financiando instituições, artigos, ONGS, e diversas organizações pra implantar agendas como aborto e homossexualismo.

Lamento MUITO que alguns “psicólogos” PROPOSITALMENTE ou por dinheiro, IGNOREM  as tantas variações e possibilidades de indução ao comportamento homossexual ou heterossexual e insistam fatidicamente que as pessoas não tem opção não podem ter o direito de mudar  seus comportamentos.

Lamento que se dê ouvidos a ONU, que já assumiu e DECLAROU que querem controlar a população através dos “direitos humanos”, e nisso FINANCIAM grupos, inclusive de psicólogos, para fraudar a questão da homossexualidade a fim de reduzir a população mundial.

A mente humana é brilhante e altamente desenvolvida, capaz de alterar, superar e mudar qualquer comportamento. Ninguém tem direito de enganar e controlar as pessoas, nem psicólogos nem a ONU.

Lamento muito que jornalistas sejam tão facilmente influ$nciados pelo dinheiro de Soros.